quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Saudade!

É preciso que seja difícil,
e que os meus olhos envermelhem,
e que meu estado nervoso
permaneça inconstante.

Por ser tão difícil
vai sempre ser guardado,
e sempre lembrado
na eterna vontade do esquecimento.

A inconstância dessa voz
faz parte desse ciclo.
Ilusão e entusiasmo,
felicidades e dores.

O que se tornou difícil
Será sempre enxuto a partir de então
Não há mais lágrimas
Só há saudades, presente em nosso convívio.

2 comentários:

  1. Eu que sou intensa, acredito muito profundamente que a dificuldade das coisas é o que as torna importantes no fim das contas, é o que lhe faz não querer perdê-las no fim do dia, é o que lhe faz agarrá-la com unhas e dentes quando a consegue.

    E se bem entendi, é disso que você fala né? rsrs
    Apesar do final me confundir um pouco.

    Ah, eu sou sua fã :D

    ResponderExcluir
  2. Huhumm... Muito me honra ter essa fã!"

    ResponderExcluir