quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Promessa

E tudo muda de repente,
Você, com cara amassada,
da noite que não dormiu
decidindo as coisas por você e por mim.

As palavras duras que não esperava,
o olhar tão frio que me lançava.
Foi triste,
foi preciso,
foi o fim.

3 comentários:

  1. \o/
    A subjetivbidade ai foi a chave para ecoar na minha cabeça as suas linhas....
    *-*

    http://codignolle.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Fim de uma amor é tão triste como o fim de um poema assim...
    Gostei do poema, bjs. (:

    ResponderExcluir